Como Aprender Inglês Sozinho | E Porque Você Não Consegue (O que as Escolas não Ensinam)
Rate this post

Você já parou para pensar que até um bebê consegue aprender a falar uma língua nova? Pois é… Com cerca de três anos, uma criança já consegue manter uma conversa, entender o que está sendo dito e possui um vocabulário de mais ou menos 200 palavras. Então, Como Aprender Inglês Sozinho ?

Por que aprender um idioma novo parece tão difícil para você? Simplesmente, porque os bebês fazem do jeito certo e você está fazendo do jeito errado.

Nenhum bebê aprende a falar decorando palavras ou tentando entender a estrutura gramatical da frase, como ensinam os cursos das escolas. Eles entendem a mensagem que está sendo transmitida, eles descobrem que as palavras mãe e fome significam alimentação, o resto não importa, eles não entendem como, mas sim o que está sendo dito.

Isso é o que chamamos de Comprehensible Input, que traduzindo é algo tipo: absorção compreensível.

Mas traduzir não é o melhor jeito de entender o significado de algo. Existe uma única maneira pela qual todos nós aprendemos uma nova língua. Entendendo mensagens, entendendo o que está sendo dito pelo contexto, seja lendo ou ouvindo, mesmo sem entender todas as palavras.

Essa é a teoria de linguística do Stephen Krashen, um cara que revolucionou o aprendizado de idiomas nos anos 70.

Na verdade, ele nem considera aprendizado a palavra certa, mas sim a aquisição de linguagem. A diferença é basicamente que a aquisição acontece de uma forma subconsciente, como muito bem explicou o canal What i’ve Learned aquisição seria tipo entender e achar uma piada engraçada, sem nem ter que pensar, enquanto o aprendizado, seria alguém ter que explicar por que a piada é engraçada.

Os quatro pontos mais importantes para saber como aprender inglês sozinho ou outro idioma

como aprender inglês sozinho

Primeiro

Você definitivamente não precisa viajar.

Uma pessoa se afogando não aprende a nadar.

A não ser que você vá com intuito específico de estudar o idioma, é basicamente isso que acontece quando você viaja para um país estrangeiro. Você é inundado por informação.

É só pensar: Quantas pessoas você já viu passando meses em um país, voltando sem aprender praticamente nada do idioma de lá?

E você realmente acha que os polígonos, aquelas pessoas que falam 5, 10, 15 línguas, precisam viajar para cada país, cujo idioma eles dominam? É claro que não.

Segundo

Têm que ser relevante para você.

Esse ponto é crucial. A aquisição de um novo idioma, tem que ser importante para você, e principalmente o método que você vai usar, deve ter relevância para a sua vida. Não adianta pegar o dicionário de inglês/português, e começar a ler se você achar um saco fazer isso, e todo mundo sabe, que é um saco fazer isso.

Você não vai aprender nada assim. Então, se você está lendo esse artigo, é porque tem sede de conhecimento e se interessam por livros de psicologia, desenvolvimento pessoal e profissional, mas nem sempre tem tempo de ler tudo o que gostariam, vamos unir o útil ao agradável.

Existe um aplicativo chamado 12 minutos, que recomendo muito, pois eles resumem os melhores livros dessas categorias em cerca de 12 minutos no formato de áudio com uma narração muito boa. Então, se você quiser melhorar mais os seus conhecimentos, Clique Aqui para conhecer esse app.

Terceiro

Falar não é praticar.

Isso pode parecer bem estranho a princípio. Como assim, aprender uma língua nova, sem falar?

Então, basicamente o que acontece é: aquilo que entra, é muito mais importante, do que aquilo que sai. Quando você está aprendendo uma língua nova, você deve focar o máximo possível no que entra. É ouvindo, lendo e entendendo mensagens, dentro do contexto, que você aprende de verdade.

O foco principal é a absorção de novas informações. Essa fase do aprendizado, é conhecida como período silencioso.

Mais uma vez exatamente como um bebê aprende. Falar por si só, não é exatamente uma evolução no aprendizado,  é simplesmente um bom resultado da absorção compreensível.

A parte importante da fala é mais avançada, e serve para focar a pronúncia correta das palavras, principalmente, porque os idiomas diferentes têm sons diferentes, que a gente não está acostumado a fazer na nossa língua nativa.

Quarto

Aprenda por conta própria.

É praticamente unânime, quase todos os poliglotas aprenderem por conta própria, e se você acha que eles são gênios ou nasceram com alguma facilidade para línguas, isso não é verdade, eles simplesmente tem uma paixão por  novos idiomas nada além disso.

Então, se o seu problema era não ter tempo ou dinheiro para pagar um curso, eu posso te dizer com segurança, isso na verdade é a solução, assim como um poliglota ou um bebê aprendem por conta própria, você também vai se dar melhor assim.

Vou deixar um recado final para você :

Não se cobre muito durante os estudos. Façam com que o processo seja agradável e divertido, e treinei um pouquinho a cada dia. Quanto menor a ansiedade, maior o aprendizado, e assim você saberá como aprender inglês sozinho , não é assim tão difícil 😉

 

Summary
Review Date
Reviewed Item
Como Aprender Inglês Sozinho | E Porque Você Não Consegue
Author Rating
51star1star1star1star1star

0 Comments

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *