10 Melhores Alimentos Para Turbinar O Cérebro e Melhorar a Memória
Rate this post

Neste nosso artigo de hoje, você vai conhecer os dez melhores alimentos para turbinar seu cérebro e melhorar sua memória.

Todo mundo já sabe que seus hábitos alimentares determinam a saúde do seu corpo, mas o que talvez você não saiba, é que os alimentos que você come também afetam seu humor, sua energia mental, sua memória e até sua habilidade em lidar com estresse, problemas complexos ou simplesmente com as tarefas diárias.

Apesar do seu cérebro representar apenas 2% do peso do seu corpo, ele consomem 20% de todas as calorias que você ingere, e quanto melhores os alimentos que você come, mais afiado seu cérebro se torna. Porém o contrário também acontece, se você come porcaria, não espere algo bom acontecer.

Então vamos ver quais são os dez melhores alimentos que você deve começar a consumir a partir de agora:

1 – Salmão

Peixes de águas profundas, como o salmão, são ricos em ômega 3, os ácidos graxos essenciais que são super importantes para o funcionamento do cérebro. Além disso o ômega 3, também contêm substâncias anti-inflamatórias, que são fundamentais para combater a inflamação causada pela ingestão de alimentos ricos em toxinas.

Outros peixes que fornecem os benefícios do ômega 3 são a sardinha e o atum, por exemplo. Você pode consumir esses peixes, de 2 a 4 vezes na semana, pois, trazem muitos benefícios para o corpo, de uma forma geral e estão entre os principais alimentos que fazem bem para o cérebro.

2 – Beterraba

Um dos jeitos mais simples de proteger o cérebro e melhorar suas funções naturalmente, é incluindo a beterraba no seu cardápio.

Em um estudo, os cientistas acrescentaram durante 4 dias, o suco de beterraba, no qual é rico em nitratos, na dieta de 140 pessoas com mais de 60 anos, e que sofriam com demência.

Durante a pesquisa os participantes recebiam refeições ricas em nitratos, que incluíam um copo de aproximadamente meio litro de suco do vegetal.

Depois de cada uma das refeições, os idosos passavam por exames de sangue e uma série de outros testes para medir o funcionamento do sistema circulatório.

Os autores da pesquisa descobriram que depois de ingerir uma dieta rica em nitratos, as pessoas tinham uma maior circulação de sangue no cérebro, o que facilita o transporte de oxigênio para os lóbulos frontais. Essa área está associada com a degeneração que leva à demência e a outros problemas cognitivos, e sua melhora na oxigenação pode prevenir essas complicações e diminuir o ritmo de sua revolução.

3 – Legumes

Os legumes são uma excelente fonte de carboidratos complexos. Esses carboidratos são também misturados com fibras, nas quais diminuem a velocidade da absorção do mesmo, promovendo um suprimento constante de glicose para o cérebro, sem o risco de ocorrer picos desnecessários de açúcar no sangue, que é o que acontece quando comemos alimentos com carboidratos simples, ou aqueles que são uma verdadeira bomba de calorias e açúcar.

Legumes são ricos em vitamina B9 na qual é fundamental para a melhoria das funções cerebrais.

4 – Hortelã

A hortelã é uma ótima fonte de vitamina A e vitamina C. A vitamina A melhora a nossa capacidade de aprendizado e aprimora a plasticidade cerebral, que é basicamente a capacidade que o cérebro tem de se modificar e estabelecer novas conexões neurais, já a vitamina C tem a capacidade de proteger o cérebro contra perdas cognitivas com o passar do tempo.

Estudos mostram que somente o aroma da hortelã, já afeta o funcionamento do cérebro por melhorar o estado de alerta e memorização, fazendo com que consiga realizar as tarefas do dia a dia com mais atenção e se lembrar com mais facilidade das coisas que precisa fazer.

5 – Brócolis

O brócolis não só é um superalimento para todo o corpo, como também é um dos melhores alimentos para melhorar a energia mental e turbinar a memória.

Ele é rico em cálcio, vitaminas C, B, ferro, fibra e vitamina K. Todos esses nutrientes juntos têm a capacidade de nos proteger contra radicais livres, e manter um bom funcionamento da circulação sanguínea.

Sem contar que eles ainda conseguem remover metais pesados do nosso organismo, pois se não forem removidos eles prejudicam muito cérebro.

O potássio presente no brócolis, ajuda sistema nervoso que por sua vez também auxilia nas funções cerebrais.

Pesquisas mostram que o brócolis pode contribuir na recuperação cerebral após algum tipo de lesão ou dano. Esse é um poder muito grande para um simples vegetal, mas não é só o brócolis que possui esse poder, mas também todos os vegetais crucíferos, incluindo a couve, rúcula, o repolho e vários outros.

6 – Abacate

O abacate é repleto de antioxidantes, e ajuda a combater doenças como diabetes e à pressão alta. É uma excelente fonte de gordura monoinsaturada de altíssima qualidade, que ajuda seu sangue circular melhor. Uma boa circulação é condição fundamental para um bom funcionamento do cérebro.

Além disso, o abacate é considerado um alimento seguro, pois mesmo que você não tenha acesso ao orgânico, as quantidades de agrotóxicos presentes nele, não serão significativas.

7 – Sementes

Opte pelas sementes de girassol, gergelim e linhaça. As semente contém uma grande quantidade de proteína, gorduras benéficas e vitamina E, além disso, também possui antioxidantes que combatem o estresse e minerais importantes para o cérebro, como magnésio.

Sementes de gergelim, em particular, são excelentes para a saúde do corpo em geral.

8 – Nozes

As nozes têm propriedades nutricionais muito positivas para o cérebro, pelo fato de ser fonte de folato, uma vitamina do complexo B, que é essencial para que o cérebro funcione adequadamente, além de atuar na capacidade cognitiva mental e emocional.

Pesquisas realizadas no instituto de medicina funcional, que fica na Flórida, mostrou que mais de 40% dos diagnósticos de depressão surgem pela deficiência de folato. Ele age como um complemento no processo de produção do neurotransmissor chamado serotonina, que é responsável principalmente pela sensação de felicidade e bem estar.

9 – Blueberry

Graças à sua riqueza em diversas vitaminas como A,B,C, Ferro, Manganês, Fósforo, Potássio, Cálcio, entre outros, a fruta possui um alto poder antioxidante, que age no fortalecimento das células.

Os flavonóides presentes na fruta, melhora a comunicação entre os neurônios, o que aumenta a capacidade de memorização, aprendizado e execução de tarefas cognitivas, como raciocínio lógico, compreensão verbal e habilidades numéricas.

Em função dessas propriedades, essa fruta é capaz de reparar danos sofridos pelo cérebro, principalmente em função do envelhecimento e de problemas ligados à demência.

De acordo com estudo divulgado pela sociedade química americana, pessoas que consumiram o suco da fruta, apresentaram melhoras muito significativas em testes de memória e aprendizado.

10 – Óleo de coco

Apesar do óleo de coco ter sido reconhecido historicamente como uma fonte que contém altos níveis de gordura saturada, um estudo publicado pela plataforma PubMed, sugere que os benefícios do coco devem ser reconsiderados, isso porque, diferente das gorduras saturadas de origem animal, o óleo de coco possui ácidos graxos de cadeia média, como ácido láurico, o ácido mirístico e o ácido caprílico, que são os únicos que podem ser absorvidas e metabolizadas pelo fígado, sendo convertidos em principais fontes de energia alternativa para o cérebro, que podem ser benéficas para as pessoas que estão desenvolvendo ou já possuem deficiência de memória, como o mal de alzheimer.

Apesar destes serem os alimentos mais benéficos para o cérebro, eu sei que não dá para incluir todos ao mesmo tempo no dia a dia, mas se você incluir pelo menos três ou quatro deles no seu cardápio, você garantir um cérebro afiado e protegido contra possíveis doenças com o passar do tempo.

Quer saber mais sobre como você pode extrair os benefícios de cada tipo de alimento? Clique Aqui e conheça um livro sensacional que irá te ajudar a prevenir vários tipos de doenças.

0 Comments

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *